Noticias
Voltar
Em obras, dois grandes túneis contra enchentes em Curitiba

Em obras, dois grandes túneis contra enchentes em Curitiba

A Prefeitura de Curitiba está construindo dois grandes túneis para combater os pontos de alagamentos no Bigorrilho e no Cajuru. Perto da rua Padre Anchieta, está em obras um túnel com capacidade de armazenar o equivalente a 10 piscinas semi-olímpicas. No Cajuru, uma grande tubulação, com 2,6 metros de diâmetro, está sendo escavada nas margens da BR-277, para acabar com pontos de alagamentos.

"São novas tecnologias, japonesa e australiana, que solucionam os problemas de drenagem, diminuem o impacto da obra em áreas de grande adensamento e acabam com pontos de alagamentos na cidade", disse o prefeito Luciano Ducci.

O novo sistema adotado no Bigorrilho está terá capacidade de armazenagem de 10 piscinas. Isto equivale a contenção de mais de 2 milhões de litros de água, a uma profundidade média de 10 metros.

Os trabalhadores estão colocando placas de aço de 2,4 metros de diâmetro em uma profundidade que varia de 8 a 12 metros. Estão em construção 354 metros de galerias para o rio Caranguejinho, cujo investimento é de R$ 2,1 milhões.

Piscinão - O novo sistema de drenagem tem baixo impacto na estrutura viária porque usa técnicas de escavação similares a de um metrô. Além disso, transforma a galeria pluvial em um grande "piscinão" subterrâneo, que retém a água evitando alagamentos na região.

A obra de drenagem, que vai durar nove meses, está fazendo um novo traçado para o córrego Caranguejinho, que atualmente cruza terrenos das ruas desembargador Otávio do Amaral, Francisco Rocha, Padre Anchieta e Bruno Filgueira, provocando erosões e alagamentos.

O novo traçado do rio será desviado para as ruas Desembargador Otávio do Amaral, Padre Anchieta e Bruno Filgueira. Serão construídas galerias subterrâneas com profundidade de 8 metros e tubulações de 2,4 metros de diâmetro.

Passagem - No Cajuru, o trabalho é de escavação do novo túnel sob a BR-277. A meta é melhorar a vazão do córrego Jardim Natália, que hoje fica represado pela rodovia. Depois da construção do túnel, a vazão do córrego vai melhorar, evitando alagamentos, que afetavam as casas da região.

Para construir o túnel, estão usando placas de aço que estão colocadas conforme a escavação da nova passagem de água. Será aberto um buraco de 2,6 metros de diâmetro sob a rodovia, em uma extensão de 50 metros. Nesta o investimento é de cerca de R$ 500 mil.

O secretário de Obras de Curitiba, Mario Tookuni, disse que este sistema de escavação de grandes túneis sob a malha viária funciona com sucesso em outras áreas da cidade, como o córrego Ponta Grossa, no Umbará.

"Nesta região, um grande túnel foi construído sob os trilhos de trem, acabando com alagamentos que atingiam até a Unidade de Saúde Umbará", lembra Tookuni. Hoje a região não sofre com alagamentos, graças ao túnel de 134 metros.

Capacitações

Em um evento adverso a possibilidade de alguém sofrer alguma queda, escorregar ou se machucar é muito grande. Para isso precisamos de pessoas capacitadas para atender àquele que necessitar de ajuda.


Estabelecer os requisitos para a elaboração, manutenção e revisão de um plano de emergência contra incêndio, visa proteger a vida, o meio ambiente e o patrimônio.



Telefones
© 2009 - Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC
Rua Capitão Souza Franco, 13 - Bairro: Batel - CEP: 80.730-420
defesacivil@curitiba.pr.gov.br
Curitiba - Paraná