Noticias
Voltar
2.231 voluntários reforçam trabalho da Defesa Civil de Curitiba

2.231 voluntários reforçam trabalho da Defesa Civil de Curitiba

O atendimento a situações de risco que ocorreram em Curitiba durante o ano de 2013, como alagamentos, quedas de árvores e um grande incêndio em uma fábrica de eletrodomésticos, teve o apoio de voluntários que atuam junto à Defesa Civil Municipal. Apenas neste ano, 300 pessoas ingressaram no grupo.


O requisito básico, é ter prontidão para ajudar outras pessoas. "Não é preciso ter uma profissão ou especialidade específica. Basta ser maior de idade e ter boa vontade", explica o coordenador técnico da instituição, inspetor João Batista. No total, a Defesa Civil de Curitiba conta hoje com 2.231 voluntários.


"Para nós, é importante ampliarmos este cadastro, pois nem sempre todos os voluntários estão disponíveis num caso de ocorrência real", explica. Batista informa que a maioria da equipe é do sexo masculino e tem profissões e idades variadas, dos 18 aos 70 anos.


Para interessados em ingressar, basta preencher um cadastro no site www.defesacivil.curitiba.pr.gov.br Os novos voluntários recebem treinamentos específicos nas áreas de primeiros socorros, prevenção e combate a incêndios e sistema de comando de incidências (SCI), entre outros.


Em ação


Recém ingresso no grupo, o tecnólogo em logística André Mialski, de 22 anos, morador no Sítio Cercado, conta que foi movido pela grande vontade de ajudar ao próximo. "Sinto-me bem quando posso fazer algo pelo outro, preciso ter este tipo de atividade em meu dia a dia", explica.


Ele conta que a expectativa é grande para atendimentos reais que irá prestar junto à Defesa Civil de Curitiba, em breve. Por enquanto, Mialski participou apenas de treinamentos simulados. "Estou motivado e ansioso, mas me sinto realizado e muito orgulhoso por ter ingressado no grupo da Defesa Civil".


A agente administrativa Eurídice Galvão, voluntário no grupo, também conta que sempre gostou de trabalhar diretamente com as pessoas. "Quando era mais nova, eu queria entrar para o Corpo de Bombeiros", afirma. Durante os treinamentos com a Defesa Civil, ela aprendeu noções sobre primeiros socorros e brigada de incêndio, além de inflar botes de navegação. "Sinto-me preparada para atuar", diz.


Veterano no grupo de voluntários, o agente penitenciário Murilo Holzmann, coordena o Núcleo Comunitário da Defesa Civil (Nudec) do Bairro Alto, o qual ele ajudou a formar. A equipe conta atualmente com o trabalho de 15 pessoas. "A iniciativa surgiu anos atrás, devido aos constantes alagamentos que ocorriam em nosso bairro", conta Holzmann. "A comunidade ficou sensibilizada e decidiu agir".


Entre as ações concretas executadas pelos voluntários da Defesa Civil no Bairro Alto, está a conscientização e a orientação à população, a limpeza de rios e de bocas de lobo para melhorar a vazão das águas e o mapeamento das residências onde há pessoas com dificuldade de locomoção, num trabalho conjunto com as unidades de saúde do bairro, para priorizar o atendimento das mesmas em casos de emergência.


"Hoje, trabalhamos muito mais com a prevenção do que com o atendimento a ocorrências", diz o coordenador do grupo. "Tenho muita satisfação em atuar ao lado da Defesa Civil para ajudar pessoas que necessitam", afirma.


O trabalho voluntário é regulado, no âmbito federal, pela Lei 9.608/98, que dispõe sobre essa modalidade de trabalho em território nacional, balizando a relação entre as entidades e o voluntário.


Capacitações

Em um evento adverso a possibilidade de alguém sofrer alguma queda, escorregar ou se machucar é muito grande. Para isso precisamos de pessoas capacitadas para atender àquele que necessitar de ajuda.


Estabelecer os requisitos para a elaboração, manutenção e revisão de um plano de emergência contra incêndio, visa proteger a vida, o meio ambiente e o patrimônio.



Telefones
© 2009 - Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC
Rua Capitão Souza Franco, 13 - Bairro: Batel - CEP: 80.730-420
defesacivil@curitiba.pr.gov.br
Curitiba - Paraná