Noticias
Equipes da Prefeitura estão nas ruas para atender ocorrências da chuva


Servidores da Prefeitura de Curitiba estão nos locais atingidos pela chuva para atender a população e deixar em ordem as unidades que sofreram alagamentos. Recolhem galhos de árvores, atendem famílilas com entrega de lonas e cestas básicas e monitoram volume dos rios.


Funcionários da Educação trabalharam ao longo de toda a tarde e noite de quinta-feira (22) para limpar e restabelecer o atendimento nas unidades escolares. Nesta sexta-feira (23) estão sem condições de atender o Centro Municipal Barigui, no CIC, e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) Ciro Frare e Arnaldo Carnasciali, no Bairro Novo.


Na Escola Municipal Professor Dário Persiano de Castro Vellozo, no CIC, a árvore que caiu na quarta (21) sobre a escola está sendo retirada e as atividades estão normais.


Todas as unidades escolares da regional Boqueirão, Boa Vista, Pinheirinho e Cajuru estão atendendo normalmente. A Escola Municipal Vila Torres, que na quinta recebeu apenas 35 alunos de um total de 333, está com frequência normal nesta manhã e as atividades da tarde também estão mantidas. Salas de aula que estavam sujas de barro e lama foram todas limpas e preparadas para retomar as atividades.


O CMEI Vila Torres, que teve problemas com energia elétrica, já está com a estrutura reestabelecida, limpa e em condições para atendimento, porém, apenas nove crianças estão sendo atendidas. As famílias não levaram as crianças.


Profissionais da Secretaria Municipal da Educação se mobilizaram para atender as demandas das unidades atingidas pelas chuvas. Aproximadamente 140 profissionais das equipes da Coordenadoria de Obras, Departamento de Logística, Gabinete e dos Núcleos Regionais de Ensino agiram rapidamente para reestabelecer as condições de atendimento.


Ação Social


As equipes de atendimento social da Fundação de Ação Social (FAS) continuam dando atendimento às famílias atingidas pelas fortes chuvas que caíram sobre Curitiba nos últimos dias. Na CIC, muitas ruas alagaram nos territórios do Barigui e Nossa Senhora da Luz, mas não houve grande incidência de casa alagadas. Até o momento, a equipe da regional entregou 12 colchões às famílias. Não houve necessidade do repasse de mais itens. O CRAS Gabineto chegou a alagar, mas a situação já foi resolvida. No momento, as equipes estão nas ruas fazendo verificação das condições dos locais. Não houve nenhum caso registrado de família desalojada.


No Cajuru os alagamentos também não atingiram residências, embora em alguns casos as equipes tenham realizado o repasse de alimentos, cobertores e colchões. A equipe técnica visitará os locais mais críticos (Uberaba e Canal Belém) ao longo do dia para verificar as condições.


Em Santa Felicidade as equipes estão dando atendimento às 11 famílias atingidas pelas cheias na Rua José Baggio distribuindo cobertores, colchões, roupas e alimentos.


Já no Boa Vista o atendimento na quinta (22) foi até às 21 horas e nesta sexta (23) as equipes permanecem desde cedo nas áreas de alagamento. Estão sendo realizadas entregas de colchões, cobertores e alimentos. Roupas não foram solicitadas até então. A Defesa Civil também precisou atender as famílias com lonas para cobrirem suas casas. Nesta sexta, o Núcleo Regional solicitou mais 135 colchões para repor o estoque e continuar com a distribuição. O local mais critico é a Rua Rio Negro, onde residem cerca de 30 famílias. Nesse local houve desalojados, mas nenhuma família optou pelo acolhimento.


Saúde


As unidades de saúde e Unidades de Pronto Atendimento estão funcionando normalmente. Apenas a US Nossa Senhora Aparecida, no Sítio Cercado, está fechada, mas para mudança de local - para novo prédio no mesmo terreno.


Equipes do Consultório na Rua passaram a última noite atendendo população em situação de rua, tentando convencê-los a serem atendidos pelos Centros de Atenção Psicossocial e abrigos da Fundação de Ação Social.


Para monitorar e evitar casos de leptospirose, o Centro de Vigilância Epidemiológica está reforçando as orientações sobre a doença com os profissionais da saúde. Além disso, agentes comunitários também estão orientando a população em suas áreas de atuação sobre os cuidados que as pessoas devem tomar em situação de alagamento.


Meio Ambiente


A Secretaria Municipal do Meio Ambiente está com 20 equipes nas ruas desta sexta-feira para retirar troncos de árvores e galhos.


Na quinta, a Prefeitura recebeu 37 solicitações sobre queda de árvores e galhos. Foram dez árvores retiradas de vias pelas equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.


Nesta quinta, choveu em Curitiba 44,6 mm, com 18 bairros atingidos. A área com maior volume foi a Central, com 56,4 mm. Apesar do acúmulo com a chuva de quarta - nos dois dias choveu em Curitiba 90m -, nenhum rio transbordou até o momento.


Capacitações

Em um evento adverso a possibilidade de alguém sofrer alguma queda, escorregar ou se machucar é muito grande. Para isso precisamos de pessoas capacitadas para atender àquele que necessitar de ajuda.


Estabelecer os requisitos para a elaboração, manutenção e revisão de um plano de emergência contra incêndio, visa proteger a vida, o meio ambiente e o patrimônio.



Telefones
© 2009 - Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC
Rua Capitão Souza Franco, 13 - Bairro: Batel - CEP: 80.730-420
defesacivil@curitiba.pr.gov.br
Curitiba - Paraná